Indicador Antecedente sobe 1,2 em setembro, aponta FGV

O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (IACE), publicado em parceria entre a FGV IBRE e The Conference Board (TCB), subiu 1,2% em setembro para 121,9 pontos, 1,9 pontos acima do período pré-pandemia no Brasil (fevereiro de 2020).

  • Publicado em Economia

Indicador Antecedente sobe 1,1% em agosto

O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (IACE), publicado em parceria entre a FGV IBRE e The Conference Board (TCB), subiu 1,1% em agosto para 117,8 pontos, 2,2 pontos abaixo do período pré-pandemia no Brasil (fevereiro de 2020). Quatro das oito séries componentes contribuíram para a alta do indicador, com a maior contribuição vindo do Índice de Expectativas da Indústria.

 

  • Publicado em Economia

Indicador Antecedente sobe em junho, mostra FGV

O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (IACE), publicado em parceria entre a FGV IBRE e The Conference Board (TCB), subiu 7,0% em junho para 107,2 pontos. Sete das oito séries componentes contribuíram positivamente para o resultado, com a maior contribuição vindo dos Índices de Expectativas da Indústria e Serviços.

Indicador Antecedente recua em dezembro, aponta FGV

O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil, publicado em parceria entre a FGV IBRE e The Conference Board (TCB), caiu 0,8% entre novembro e dezembro. Apesar da queda, em 115,8 pontos, o indicador de dezembro foi o terceiro maior do ano passado. Cinco dos oito componentes contribuíram negativamente para a evolução do índice em dezembro, com destaque para o índice de Quantum de Exportações e os Termos de Troca, que recuaram 4,5% e 4,1%, respectivamente.

  • Publicado em Economia

Indicador Antecedente recuou em dezembro

O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil, publicado em parceria entre a FGV IBRE e The Conference Board (TCB), caiu 0,8% entre novembro e dezembro. Apesar da queda, em 115,8 pontos, o indicador de dezembro foi o terceiro maior do ano passado. Cinco dos oito componentes contribuíram negativamente para a evolução do índice em dezembro, com destaque para o índice de Quantum de Exportações e os Termos de Troca, que recuaram 4,5% e 4,1%, respectivamente.

  • Publicado em Economia

Indicador antecedente recua em agosto

O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil, publicado pelo FGV IBRE e pelo The Conference Board (TCB) recuou 0,3% no mês de agosto, alcançando 115,2 pontos. Quatro das oito séries componentes, contribuíram para o movimento. 

  • Publicado em Economia

Indicador Antecedente fica estável em julho

O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil, publicado pelo FGV IBRE e pelo The Conference Board (TCB) ficou estável entre junho e julho, em 114,6 pontos. Três das oito séries componentes recuaram, com destaque para o Índice de Expectativas da Indústria que caiu 3,7%. Das outras cinco séries que compõem o IACE, o Ibovespa foi o que mais contribuiu positivamente, ao variar 8,9% no mês.

Indicador Antecedente avança em março

O Indicador Antecedente Composto da Economia (IACE) para o Brasil, divulgado pelo FGV IBRE e pelo The Conference Board (TCB) avançou 0,3%, entre fevereiro e março, alcançando 117,6 pontos. Das oito séries componentes, quatro contribuindo para a alta do indicador, com destaque para o Swap 360 (invertido), que subiu 5,5%.

Assinar este feed RSS