Expansão industrial da zona do euro avança ligeiramente

De acordo com a pesquisa denominada Índice de Gerentes de Compras, representada pela sigla em inglês PMI, no último mês as indústrias da zona do euro obtiveram performance ligeiramente superior, já que a produção não recuou o quanto era esperado.

Zona do euro tem leve alta na expansão empresarial, aponta PMI

De acordo com a pesquisa Índice de Gerentes de Compras, que vem de PMI, da sigla em inglês, divulgada nesta terça-feira, 5, o crescimento empresarial da zona do euro, em comparação com o último mês, apresentou leve avanço. Isto ocorreu mesmo com a queda do setor de serviços.

Nível de empregos do setor industrial registra nova queda

A recessão no setor industrial do Brasil se estendeu para fevereiro, com uma queda adicional na entrada de novos trabalhos levando as empresas a reduzir a produção e a cortar empregos novamente. Tal foi a intensidade da desaceleração que as empresas cortaram empregos pelo segundo ritmo mais rápido desde abril de 2009. O enfraquecimento do real continuou a exercer pressão ascendente sobre os custos de insumos, que aumentaram pela taxa mais rápida desde outubro de 2008. Como resultado, as tarifas foram aumentadas novamente, com a taxa de inflação atingindo um pico para a pesquisa.

PMI industrial do Brasil recua em outubro

Os dados do PMI para outubro indicaram que a recessão do setor industrial do Brasil piorou, segundo dados da Markit Economics. As taxas de contração tanto do volume de produção quanto do de novos pedidos se aceleraram atingindo os seus pontos mais rápidos desde a crise financeira e levando as empresas a cortar empregos pelo ritmo mais rápido em seis anos e meio. Os níveis de compra também diminuíram, resultando numa redução mais acentuada nos estoques de compras. A inflação de preço de insumos subiu um pouco mais, enquanto que os preços cobrados aumentaram por um ritmo mais fraco em meio a pressões competitivas e um clima de demanda moderada.

Assinar este feed RSS