Resgates superam investimentos no Tesouro Direto

  •  
Resgates superam investimentos no Tesouro Direto Foto: Divulgação Resgates superam investimentos no Tesouro Direto

Em julho, as vendas do Tesouro Direto atingiram R$ 1.970,0 milhões. Já os resgates totalizaram R$ 2.196,7 milhões, sendo R$ 2.093,2 milhões relativos a recompras e R$ 103,5 milhões, a vencimentos, segundo balanço do Tesouro Direto divulgado nesta terça-feira (25).

O título mais demandado pelos investidores foi o indexado à Selic (Tesouro Selic), cuja participação nas vendas atingiu 48,2%. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais) corresponderam a 30,5% do total e os prefixados, 21,3%.

Em relação ao prazo de emissão, 26,2% das vendas no Tesouro Direto no mês corresponderam a títulos com vencimentos acima de 10 anos. As vendas de títulos com prazo entre 5 e 10 anos representaram 20,2% e aquelas com prazo entre 1 e 5 anos, 53,6% do total.

Foram realizadas, no mês, 433.814 operações de venda de títulos a investidores. A utilização do programa por pequenos investidores pode ser observada pelo considerável número de vendas até R$ 5.000,00, que correspondeu a 87,1% das vendas ocorridas no mês. O valor médio por operação, neste mês, foi de R$ 4.541,03.

Estoques
Em julho, o estoque do Tesouro Direto alcançou um montante de R$ 62,0 bilhões, o que significa aumento de 0,3% em relação ao mês anterior (R$ 61,8 bilhões) e aumento de 7,2% sobre julho de 2019 (R$ 57,8 bilhões). Os títulos remunerados por índices de preços respondem pelo maior volume no estoque, alcançando 49,1%. Na sequência, aparecem os títulos indexados à taxa Selic, com participação de 32,5% e, por fim, os títulos prefixados, com 18,4%. Em relação à composição do estoque por prazo, tem-se que 8,3% dos títulos vencem em até 1 ano. A maior parte, 59,3%, é composta por títulos com vencimento entre 1 e 5 anos. Os títulos com prazo entre 5 e 10 anos, por sua vez, correspondem a 9,2% e aqueles com vencimento acima de 10 anos, a 23,2%.

Investidores
Em julho, 367.699 novos participantes se cadastraram no Tesouro Direto. O número total de investidores cadastrados ao fim do mês atingiu 7.780.590, o que representa aumento de 69,9% nos últimos doze meses. O número de investidores ativos chegou a 1.324.915, uma variação de 19,4% nos últimos doze meses. No mês, o acréscimo foi de 26.148 novos investidores ativos.

Rentabilidade
Em relação à rentabilidade acumulada no mês2, destaque para o título Tesouro IPCA+ 2045, que registrou variação de 14,79%. No que se refere à rentabilidade acumulada em doze meses, destaque para o título Tesouro Prefixado 2023, que obteve alta de 12,40%.

(Redação - Investimentos e Notícias)